Olá pessoal, estou aqui eu mais uma vez com mais uma resenha para apresentar para vocês.

Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.


Hoje eu venho falar do livro O Duque e Eu, bom eu li muito sobre os livros da autora e que eram bons e tals, ai eu resolvi comprar. No começo eu não queria muito ler pois não estava muito disposta, só que ai com minha falta de tempo e minha loucura de ler dois livros ao mesmo tempo resolvi começar.
No começo a história não me prendeu nenhum pouco, eu como sempre acabo empurrando os livros com a barriga para que eu possa terminar de ler. Então vi que a história gira em torno de nada, ela da voltas e voltas e no final não dá em nada.
O livro conta meio que de uma maneira desconexa a história de Daphne, uma das filhas da familia Bridgerton, este se trata do primeiro livro de uma série de oito.
Daphne é a mais velha das filhas e ela sonha em se casar e ter filhos. Antigamento o sonho das mães eram casar suas filhas com ótimos maridos para ter uma boa "reputação", digamos assim. Daphne vive cercada por seus irmãos mais velhos que estão sempre tentando protege-la, claro que temos as outras irmãs, porém o foco maior é Daphne por que a história é dela.
Bom Simon Basset, que eu não quero falar muito pois só de lembrar dele e de seu jeito já me deixa completamente irritada, mais infelizmente vamos falar pois algumas pessoas ainda não leram o livro mais estou apenas colocando aqui minha opinião sensata sobre os personagens.
Simon, o Duque de Hastings, é um viajante que após uma infancia traumatica resolve viver sua vida ao longo do mundo. Grande amigo de faculdade do irmão de Daphne, Anthony. Se encontram em um daqueles bailes que são promovidos pela alta sociedade e que as mães levam suas filhas para que arrumem seus maridos.
Devido a sua vida, o Duque decide que nunca se casaria, e que sua linhagem terminaria em si mesmo. Porém para que Daphne consiga mais pretendentes eles resolvem fazer um acordo, e esse acordo até que vai bem, até que acontece algo que eles acham imoral e que as chances de Simon seria se casar, ou ser morto pelo melhor amigo, e sinceramente se isso fosse colocado em pratica hoje em dia todas as moças estariam casadas, mais os tempos são outros.
Enfim, voltando a minha opinião em relação ao casamento dos dois, eu achei muito rápido e precipitado, por que se ele tinha jurado a si mesmo que jamais iria se casar por que aceitou de uma maneira tão fácil o casamento? Se ele queria terminar sua linhagem ali mesmo por que não deixou que o matassem?
É meio sem sentido, pelo menos pra mim. Em alguns momentos a inocencia de Daphne me irrita, eu achei que seria algo parecido com o livro da Carina Rissi, Perdida. Mas não, claro que um livro não tem nada a ver com o outro, mais a forma que o personagem trata a moça é completamente diferente.
Finalizando, claro que eu vou comprar o restante dos livros para saber mais sobre as outras histórias e como acaba cada um da Familia Bridgerton, mais se a escrita de Julia continuar assim, que você acha simplesmente algo apaixonante mais na verdade a história roda e roda e no final cada um aceita seu final sem pensar em tudo que carregou a vida inteira, sinceramente me decepcionou.
Mais enfim gente, essa foi mais uma opinião sincera minha sobre o livro, claro que muita gente vai discordar mais eu realmente não estou nem ai, o blog é meu e eu falo do jeito que eu quiser (haha).


Beijos e até mais.


Deixe um comentário